Como Acabar Com a Insônia – Hábitos Para Seguir e Tratamentos

Dormir pouco tem sido um mal mundial. A rotina das pessoas está cada vez mais corrida e transtornos como ansiedade e depressão estão cada vez mais altos. Estudos divulgados pela OMS, Organização Mundial da Saúde, relatam que 9,3% dos brasileiros têm algum tipo de ansiedade e outros 5,8% sofrem de depressão. Isso sem considerar os pacientes não diagnosticados. O mesmo estudo sugere que ambos transtornos afetam o sono e provocam a dificuldade de dormir.

A insônia pode ser causada por diversos fatores, sendo biológicos, físicos ou comportamentais. Não importa o motivo da dificuldade de dormir, a privação de uma boa noite dormida afeta diretamente a saúde física e mental, provocando diversas complicações. Mas, a boa notícia é que a insônia tem tratamento, e aqui você poderá entender mais sobre ela e conferir os melhores tratamentos:

O que é Insônia

Insônia é a dificuldade de pegar no sono ou dormir de maneira contínua o tempo mínimo recomendado (cerca de 7 horas a 8 horas). A Academia Americana de Medicina do Sono (AASM) concluiu, por meio de uma pesquisa, que 95% da população sofre de algum grau de insônia ao longo da vida. O problema é um diagnóstico clínico, que deve ser tratado, a fim de melhorar a saúde e o bem-estar do paciente.

Essa dificuldade para dormir possui 3 tipos específicos:

  • Crônica: dura mais de 3 semanas, sendo uma insônia de longa duração;
  • Transiente: dura pouco tempo, não excedendo 3 semanas;
  • Intermitente: a insônia vem e vai durante o problema (há noites de sono revigorantes e outras em que o paciente não consegue dormir).

A insônia pode ser causada por ansiedade, depressão ou estresse moderado, que são provocados, principalmente, por problemas amorosos, no relacionamento, no trabalho, nas finanças e outros. Além disso, o problema pode estar associado a outros fatores, por exemplo, hábitos noturnos ou doenças como a apneia. Por esse motivo, existe a necessidade de conversar com um especialista para buscar o melhor tratamento. Abaixo, veja dicas para a cura da insônia:

Melhore seus hábitos antes de dormir

O corpo humano libera um hormônio chamado melatonina quando o sol começa a cair, mas, por conta da luz artificial, o organismo passa a produzir em menor quantidade ou não produz. Por isso, recomenda-se, próximo à hora de dormir, fechar as cortinas, apagar as luzes e não assistir televisão ou mexer no celular.

Use sua cama e seu quarto apenas para dormir e atividades mais leves, como o ato sexual e leituras. Evite a entrada de animais de estimação, crianças (caso tenha filhos) e não utilize a cama para realizar atividades do trabalho, comer e para o entretenimento. Para isso, use a sala, a cozinha, o escritório ou outros ambientes.

Não consuma cafés, chás, energéticos, bebidas com cafeína ou outros estimulantes próximo à hora de dormir. Procure deixar o quarto um ambiente confortável e sem ruídos. Tenha cortinas que realmente isolem a luz e, caso more em uma região movimentada e barulhenta, compre protetores de ruídos para ouvido, optando por modelos ideais para dormir. A temperatura do ambiente também deve ser adequada. Você pode usar cobertas, aquecedores, ventiladores, ar-condicionado e outros, para criar um clima ideal.

Você não precisa se forçar a dormir. Quando estiver com dificuldades, levante, medite, tome um banho quente, faça um chá ou alguma atividade que seja relaxante para você. É importante, também, não deitar com fome caso isso aconteça, coma coisas leves, como frutas. Alimentos pesados só pioram a insônia.

Pratique Atividades Relaxantes

Estudar, trabalhar e ter um dia longo pode ser muito estressante. Para privar-se desses problemas, você pode criar uma rotina de relaxamento antes de dormir, de acordo com aquilo que ajuda a acalmar sua mente e seu corpo.

Existem várias atividades para acabar com o estresse. Você pode, por exemplo, tomar banho de banheira com sais aromáticos calmantes  o calor da água ajuda a relaxar os músculos -, ou se automassagear, com o auxílio de um óleo, debaixo do chuveiro ou após o banho.

Existem técnicas Yoga que fazem muito bem para a mente e, até mesmo, exercícios de respiração. Nessas técnicas, você inspira, inflando a parte inferior do abdômen, segurando o ar por 3 segundos e expirando lentamente.

Outra técnica é o relaxamento dos músculos, na qual você contrai cada grupo muscular do corpo, separadamente, relaxando-o, em seguida, e só finalizando quando tiver feito isso em todos os músculos do corpo.

Remédios Naturais Para Insônia

Existem alguns coadjuvantes naturais para tratar a dificuldade para dormir. Veja, abaixo, o que acrescentar na sua rotina, próximo ao horário de dormir, que pode lhe ajudar a relaxar e cochiçar com mais facilidade:

  • Chá de erva-cidreira a erva-cidreira é uma planta medicinal que funciona como um calmante natural para o organismo, auxiliando o corpo e a mente a relaxar e pegar no sono;
  • Chá de valeriana a valeriana é muito conhecida para tratar a insônia, sendo facilmente encontrada em forma de suplemento;
  • Chá de lúpulo o lúpulo é uma planta utilizada para aromatizar cervejas artesanais, sendo parente da cannabis sativa, a maconha, que possui propriedade relaxantes, sem o poder psicoativo de sua prima”;
  • Chá de maracujá recomenda-se as folhas da planta, as quais contêm propriedades relaxantes mais concentradas.

Remédios e Auxílio Médico

Caso nada esteja funcionando, você pode procurar o auxílio médico, para que ele lhe indique remédios e realize exames, a fim de descobrir a causa da insônia. Mas, cuidado! Informe todos os remédios que você toma, para que não haja nenhuma interação medicamentosa indevida. Os remédios para dormir costumam causar efeitos colaterais, como sonambulismo, pressão baixa, náusea, tontura ou, ainda, dependência química ou psicológica.

O tratamento da insônia, geralmente, é feito com o uso de ansiolíticos, como clonazepam, diazepam, flurazepam e outros. Conheça os principais:

Clonazepam / Rivotril

O Rivotril é composto pelo clonazepam, que pode ser encontrado na sua forma genérica ou fabricada por outros laboratórios. Ele trata ansiedade, depressão e fobia social, sendo que seu efeito atinge o ápice 2h a 3h depois de ser ingerido. A aplicação intravenosa tem efeito sedativo 5 minutos após ministrada, sendo um dos remédios tarja preta mais conhecidos e utilizados.

Bromazepam / Lexotan

A fórmula de bromazepam mais conhecida e utilizada recebe o nome de Lexotan. Sua atuação é similar à do clonazepam. Ele é um ansiolítico, diminuindo a ansiedade, mas ajuda, também, a controlar o humor.

Além disso, o bromazepam é ministrado em pacientes com esquizofrenia e outras doenças com agitações psiquiátricas, induzindo o sono, quase que instantaneamente, sendo preciso dosar com cuidado. Um dos efeitos da super dosagem pode causar a paralisia do sistema respiratório.

Fluoxetina / Prozac

A fluoxetina, comercializada com o nome de Prozac, é um remédio muito utilizado no tratamento da depressão, ansiedade, transtorno da síndrome do pânico, transtorno bipolar, transtornos psico-maníacos, entre outros. Pode causar alucinações, alteração de peso, desmaios e diversos outros efeitos colaterais, sendo indicado para o tratamento da insônia crônica, que não apresenta melhora com outros medicamentos.

Alprazolam / Frontal

O medicamento é indicado para ansiedade e tem uma indução do sono rápida, sendo mais utilizado quando a falta de sono está associada à ansiedade. Normalmente, é ministrado apenas por 4 semanas, mas seu uso pode prolongar, de acordo com indicações médicas.